Brasileirão da série C, Náutico vence ABC e está nas quartas de finais.

05/08/2018 - 09:08
Marcio Goiano tem motivos de sobra para comemorar o vitória contra o ABC (Foto: Léo Lemos/Náutico)

Náutico começa em cima, mas ABC equilibra na bola parada.

O Náutico começou com uma forte pressão sobre o ABC. No entanto, encontrou certa dificuldade para levar perigo ao gol potiguar. Wallace Pernambucano até chegopu a balançar a rede, aos 17 minutos, mas o bandeirinha viu sua condição irregular e assinalou impedimento.

Aos 19, Robinho aproveitou a sobra do escanteio e encheu o pé, mas o goleiro Edson estava ligado no lance e conseguiu evitar o gol. Aos 28, Dudu se atirou para completar cruzamento de Assis, mas não cabeceou em cheio e desperdiçou a oportunidade.

Aos 30, o ABC finalmente respondeu. Henrique cobrou falta de longa distância, a bola acabou desviando no meio do caminho e carimbou o pé da trave do goleiro Bruno. Aos 39, o time de visitante perdeu a melhor chance dos primeiros 45 minutos. Arez recebeu dentro da área e, de frente para o goleiro Bruno, bateu muito mal na bola. Ele ainda tinha a opção do passe, já que tinha dois companheiros ao lado.

Antes do intervalo, ainda deu tempo de Wallace Pernambucano ficar mais uma vez no quase. O atacante levou a melhor em disputa dentro da área, girou e bateu. A bola passou perto, mas não entrou.

Expulsão de volante ajuda Timbú em segundo tempo agitado

A etapa final começou a todo vapor, com o ABC crescendo no jogo. Bruno fez uma ótima defesa logo no primeiro minuto após o intervalo, em chute forte de Rodrigo Rodrigues. Aos três, o goleiro alvirrubro saiu caçando borboletas e a bola por pouco não morreu no fundo da rede, passando rente à trave.

No entanto, a temperatura aumentou na Arena Pernambuco e muitas faltas começaram a ser cometidas. Cartões passaram a ser distribuídos, até que, aos 19 minutos, Anderson Pedra perdeu a cabeça e acabou expulso de campo, recebendo cartão vermelho direto após entrada dura em Robinho.

A situação ficou favorável para o Náutico, que chegou ao gol aos 32 minutos. Josa arriscou de fora da área, Edson deu rebote e Ortigoza, que saiu do banco de reservas, estufou a rede.

Com um a mais em campo e 1 a 0 no placar, o Timbú só teve o trabalho de administrar a posse de bola para confirmar o resultado e comemorar a classificação ao mata-mata. No entanto, ainda deu tempo para mais um. Aos 43, Luiz Henrique recebeu bom passe em profundidade e bateu na saída de Edson, dando números finais ao confronto.

Confira outros resultados, classificação do grupo A e próximos jogos:



Compartilhe

Comentários

Notícias Relacionadas